CILC: UMA HISTÓRIA DE LUTAS E CONQUISTAS.

O Centro Interescolar de Línguas de Ceilândia foi a segunda escola pública de línguas criada no DF. O primeiro centro instalado foi o do colégio elefante branco no início dos anos 70. Os idealizadores, entre eles o professor Ademar, a professora Lunalva e o professor Jerivaldo decidiram nos anos 80 tentar abrir um centro no mesmo modelo na Ceilândia, cidade ainda jovem e carente de escolas de línguas. A proposta era oferecer a oferta de ensino de línguas com qualidade, focada na comunicação aos que não tinham condições financeiras de pagar por um curso. O início foi difícil. O projeto inicialmente, foi implementado nas salas de aulas cheias do ensino regular no CEM 03, tradicional escola de ensino médio da cidade. Pouco depois, esses professores, junto com o professor Waldir de francês, conseguiram salas disponíveis no antigo prédio da escola normal e lá puderam desenvolver um trabalho melhor, com turmas menores. O ensino das duas línguas, Francês e Inglês já apresentava o modelo intercomplementar, onde alunos da rede pública de ensino do D.F tinham aulas na escola de origem e complementavam esse ensino no CILC, característica essa que perdura até hoje e faz parte de nossa identidade. Em pouco tempo, devido a necessidade de mais salas e de um espaço mais adequado, os professores envolvidos naquele momento no projeto, conseguiram um espaço maior, que era de propriedade da regional de ensino de Ceilândia, anexo ao CEM 04. Lá puderam expandir o sonho e atender melhor a comunidade. Apesar de ser um anexo, nossa escola adquiriu características de escola, com várias salas, direção, secretaria. Mas a luta não parou. Na verdade a escola adquiriu um status importante para a Ceilândia. Filas imensas eram formadas em épocas de inscrição. Pessoas chegavam cedo para garantir uma vaga e muitas pessoas não conseguiam. Então em 1994, o CILC enfim adquiriu sede própria, um prédio com aproximadamente 5,000 metros quadrados, com 13 salas. Uma estrutura provisória que era utilizada como escola classe. Foi-se possível ampliar mais ainda o ensino e neste mesmo ano adquirimos finalmente o reconhecimento como escola de Línguas com a publicação da portaria nº 43.

Hoje temos uma estrutura grande, com 24 salas oferecendo cursos de Espanhol, Francês, Inglês e Japonês nos turnos diurno e noturno. Temos aproximadamente 6,300 alunos, 100 funcionários. Nosso espaço atual é pequeno se comparado a demanda que temos todo semestre. Temos aproximadamente 9000 inscrições para menos de 1000 vagas abertas em cada semestre letivo e não conseguimos captar todos os alunos que demonstram interesse em estudar em nossa instituição. Temos diversas histórias de sucesso. Somos modelo de ensino de Línguas e muitos sabem da nossa excelência. Vários são os exemplos. Grande parte do nossos professores foram alunos do CILC. Nos programas oferecidos pelas embaixadas, como os Jovens Embaixadores do governo americano, já enviamos alunos em várias edições. Temos ex-alunos trabalhando em organismos internacionais em diversas áreas. Na época da copa do mundo no Brasil tivemos voluntários trabalhando em vários setores da organização dos eventos. Nossos alunos mostraram com muita desenvoltura as habilidades aprendidas em nossa escola. Somos uma escola de sucesso que ainda batalha para poder continuar oferecendo ensino público de qualidade aos que mais precisam.